“Eu comecei no tempo do bumbum. No tempo em que só existia um alto-falantezinho trepado em um projetor na rua.”

Sebastião Nascimento, proprietário do sonoro Diamante Negro

“A vida do ‘Diamante’ é um passado de beleza.”

Sebastião Nascimento, proprietário do sonoro Diamante Negro

“Eu a-do-ra-va. Era do som, era de tudo, aquela festa, à noite todinha trabalhando. Como era bom! Era bom demais! Ora, meu Deus!”

Sebastião Nascimento, proprietário do sonoro Diamante Negro


Audiovisual

Produzido com bolsa de pesquisa, do Instituto de Artes do Pará, em 2003.

Livro

Produzido no programa Conexão Artes Visuais 2010, da Funarte e Minc, com patrocínio da Petrobras.

Percurso

Ação do Sesc Boulevard que apresentou a instalação "Sonoro Diamante Negro", em 2014.